Saturday, 22 October 2016

Mais uma derrota para a conta

Só pedi uma vitória, coisa simples. Podia ser por 1 gol de diferença, nada muito extravagante. Mas mais uma vez não fui atendida. Eu e todos os torcedores do St. Pauli.

O jogo hoje foi na casa do SV Sandhousen e a torcida do St Pauli era quase metade dos 6 mil e poucos torcedores presentes. Pela intensidade do canto, parecia a única torcida presente, mas que nos 15 minutos finais do jogo ficou em silêncio sepulcral.



O primeiro tempo pareceu um jogo de bobinho. Bola pra lá, bola pra cá, poucas tentativas dos dois lados de chegar ao gol. Depois de um tempo o St Pauli esboçou uma reação com Kalla e Dudziak, mas apenas tentativas. No meio dessas tentativas o time cometeu erros que foram aproveitados pelo SVS para marcar os seus 2 primeiros gols, um aos 26' e o outro nos acréscimos do primeiro tempo.

No segundo tempo, Lienen queria mudanças no time e já trouxe Fafa Picault no lugar do estreante Rosin. Realmente o segundo tempo parecia um pouco mais movimentado e os ânimos também. Um 'duelo' entre Kalla e o capitão do SVS, Kulovits, resultou em dois cartões amarelos e a substituição de Kalla, que se machucou, por Buballa.

Estava claro que o SVS estava em busca do terceiro gol e por duas vezes fomos salvos pelas mãos hábeis de Himmelmann. O FCSP chegou a aumentar seus esforços ofensivos durante um tempo, com uma real tentativa de Nehrig, mas não marcou. E mais uma vez Lienen queria aumentar as chances do time e trouxe para o campo Ryo Miyaichi no lugar de Dudziak.

Mesmo com as alterações não tivemos chances quando a defesa parecia ter sumido e o jogador do SVS pegou Himmelmann sozinho e uns 10m longe do gol, ficando impossível defender. Com isso o Sandhousen marcou seu terceiro gol aos 72'.

E foi assim que terminou o jogo, com placar de 3:0 e o time ainda no último lugar da tabela. A situação não está crítica ainda, mas está preocupante. Ou o time começa a reagir ou as coisas podem ficar bem complicadas lá na frente.

Em um momento do jogo vi Fafa Picault reagir pedindo para os jogadores se animarem. Ele com a bola no pé procurando alguém para passar a bola e não havia ninguém perto dele. Está triste, está difícil, mas vou manter as minhas esperanças em relação ao time. Alguns já começam a dizer que o St Pauli vai cair, não quero ser pessimista agora, quero acreditar que as coisas podem melhorar.

É, chefe, isso machuca! Ai meu 'corassaum'.

O que Thomas Meggle disse sobre o resultado? 'Isso machuca!'

O que Ewald Lienen disse? 'Depois de um placar de 3:0, não existem argumentos que justifiquem. 

Vamos esperar pelo próximo jogo pra ver o que melhora. Será no dia 31/10 contra o FC Nürnberg, no Millerntor. Nessa terça-feira, 25/10, teremos a partida entre o FC St Pauli e o Hertha Berlin pela DFB Pokal.


Ficha da Partida:


SV Sandhausen
Knaller - Klingmann, Gordon, Knipping, Paqarada - Kulovits (66. Karl), Linsmayer - Pledl, Vollmann (82. Vunguidicia) - Wooten (74. Sukuta-Pasu), Höler
Técnico: Kenan Kocak

FC St. Pauli
Himmelmann - Hornschuh, Sobiech, Avevor, Kalla (60. Buballa) - Buchtmann, Nehrig - Sobota, Dudziak (68. Miyaichi), Rosin (46. Picault) - Ducksch
Técnico: Ewald Lienen

Gols: 1:0 Höler (26.), 2:0 Pledl (45.+1), 3:0 Wooten (72.)
Cartões amarelos: Gordon, Kulovits / Kalla
Árbitro: Florian Badstübner
Espectadores: 6.653

No comments:

Post a Comment