Monday, 11 May 2015

Kaiserslautern 0 : 2 St. Pauli - 32ª Rodada

Nada melhor que começar uma semana com uma vitoria importante e com um convite muito legal. Podem me chamar de Frank Myers e estarei fazendo a resenha do jogo do fim de semana. Gostaria de começar agradecendo a oportunidade de contribuir com o blog, que me foi dada pela Luciana. Vou me esforçar pra manter a qualidade do blog enquanto ela estiver aproveitando as ferias!

 


De um lado um forte Kaiserslautern, segundo colocado no campeonato, dono da melhor campanha em jogos em casa na temporada e com um dos melhores ataques.
Do outro, um St. Pauli inconstante, com um terrível histórico de vacilos em momentos importantes e lutando bravamente para não voltar a 3ª liga.



 Seria um confronto interessante, pois ambos os times necessitavam da vitoria pra se aproximar de suas metas. Mas não foi muito bem assim que as coisas ocorreram, o primeiro tempo foi muito fraco tecnicamente.
Os times pouco arriscaram, erraram muitos passes, não demonstravam muita vontade de vencer e nas poucas vezes de perigo... Não davam em nada!
O jogo não animava e nem dava mostras de que iria mudar, então o jeito era aguardar o apito final e torcer por um segundo tempo melhor.


Provavelmente, durante o intervalo os jogadores ficaram sabendo que o Erzgebirge Aue estava ganhando seu jogo e somado aos resultado da rodada no dia anterior, estávamos caindo para 17º colocação. O segundo tempo seria melhor... E foi!






O St. Pauli entrou em campo mais decidido a ganhar o jogo, encurtou o espaço entre os jogadores, melhorou se passe, arriscou mais e tentou ir pra cima.  E logo aos 2 minutos, numa ótima jogada ofensiva a bola desvia na zaga e sobra para Kalla sozinho dentro da área bater sem chances para o goleiro.
O gol animou ainda mais o time e assustou o Kaiserslautern que até tentou reagir, mas pouco tempo depois aos 10 minutos, em um rápido contra-ataque Heintz comete um pênalti extremamente infantil em Buchtmann. Com uma cobrança no meio do gol Halstenberg amplia para 2 a 0.



Com 2 a 0 no placar, o Kaiserslautern sentiu o golpe e não conseguiu impor seu jogo característico, atacou de forma desorganizada e confundindo pressa com velocidade. Nos poucos ataques de real perigo que tiveram, nosso goleiro Himmelmann mostrou o porquê estamos bem servidos nessa posição e fechou o gol, fazendo duas grandes defesas!
A partir dos 30 minutos o jogou perdeu a intensidade, enquanto o St. Pauli passou a usar a cabeça e segurar o jogo, o Kaiserslautern se mostrava cada vez mais conformado com o resultado e abriu espaço para o contra-ataque que nosso time não soube aproveitar.



Com a vitoria de hoje, mantivemos a 15º colocação no campeonato e seguimos empatados em número de pontos com o Erzgebirge Aue, mas com um saldo de gols melhor e um ponto a frente do 1860 Münich (primeiro rebaixado direto). 
 Na próxima rodada jogaremos em casa contra o Bochum, uma vitoria é extremamente importante!



Escalação:

FCK: Müller, Schulze, Orban, Heintz, Löwe, Ring (Stöger), Karl, Matmour (P. Hoffmann), Demirbay (Klich) e Zoller – Tec. K. Runjaic

STP: Himmelmann, Kalla, Sobiech (Koch), Ziereis, Halstenberg, Alushi, Daube, Schachten, Buchtmann (Rzatkowski), Buballa e Thy (Verhoek) – Tec. E. Lienen

Dados do jogo:

Estadio: Fritz-Walter-Stadion (Kaiserslautern)
Publico: 45.035
Gols: Kalla (47’) e Halstenberg (55’ P)
Cartões Amarelos: FCK – Heinz (63’) e Orban (77‘) / STP - Schachten (17’), Thy (59’), Alushi (61’) e Buballa (87’)
Cartões Vermelhos:
Arbitro: T. Kinhöfer
Assistentes: C. Fischer e F. Assmuth

No comments:

Post a Comment