Sunday, 17 May 2015

FC St. Pauli 5 : 1 VfL Bochum

Antes da bola rolar no Millerntor, houve uma bela homenagem aos jogadores que não jogarão mais pelo St. Pauli ao final da temporada: Florian Kringe (Aposentado), Philipp Tschauner (Hannover 96) e Dennis Daube (Union Berlin).


O primeiro tempo do jogo começou muito fraco, tecnicamente, com um St. Pauli desatento defensivamente e afobado no ataque, e um Bochum também desatento que não conseguia aproveitar as chances que tinha. Na verdade, conseguiu aproveitar uma, logo aos 4 minutos M. Gregoritsch (que teve uma passagem muito fraca pelo time na temporada passada) fez 1 a 0 para eles
.
Por incrível que pareça o gol não causou efeito no St. Pauli, nem para o bem e nem para o mal pois o time continuou jogando da mesma forma até os 17 minutos quando Gonther se machucou e deu lugar para Ziereis e finalmente fez com que o time acordasse para o jogo e Lennart Thy começou a desequilibrar, criou até as principais jogadas do time.





Aos 35 minutos, após um bate-rebate dentro da área do Bochum, Lennart Thy fez um lindo gol e colocou fogo no jogo. Na saída de bola, Terrazino deu uma cotovelada em Rzatkowski iniciando uma pequena confusão em campo que só terminou com o cartão amarelo sendo mostrado para ele.

O jogo esquentou de vez, ficou mais pegado e corrido, porém, sem chances claras de gol até os 46 minutos do primeiro quando a bola sobrou dentro para Halstenberg fazer outro belo gol, era a virada do St. Pauli no último lance do primeiro tempo!!!




O segundo tempo começou com o St. Pauli jogando muito, envolvendo o adversário e logo aos 4 minutos fez 3 a 1 com Buchtmann que em linda jogada individual fez um golaço. Mas não deu nem para comemorar no ataque seguinte, Thy fez 4 a 1!!!

Após 10 minutos iniciais arrasadores tendo feito 2 gols e muita pressão, o time passou a usar a inteligencia e se acertou tanto ofensivamente quanto defensivamente e passou a dominar o jogo, levando poucos sustos.




O grande perigo do Bochum no segundo tempo foi aos 30 minutos, quando Terodde girou em cima de Sobiech ficou cara a cara com Himmelmann e chutou fraco e pra fora, mas o St. Pauli não deixou barato e no minuto seguinte perdeu um gol dentro da área com Schachten. Aos 35 minutos, Sobota entrou no lugar de Kalla e em sua primeira jogada marcou mais um lindo gol, transformando o jogo em uma bela goleada por 5 a 1. Ainda deu tempo para Daube e Rzatkowski perderam duas chances de conseguirem um placar histórico!




O duelo foi valido pela 33ª rodada e marcou nossa despedida do Millerntor nessa temporada, já que o próximo jogo será fora de casa contra o SV Darmstadt no domingo dia 24/05/2015 as 10:30.




Escalação:
FC St. Pauli – Himmelmann, Schachten, Sobiech, Gonther (Ziereis), Halstenberg, Daube, Rzatkowski, Kalla (Sobota), Buchtmann (Koch), Buballa, Thy – Tec. E. Lienen

VfL Bochum - Luthe - Celozzi, Fabian, Bastians, Perthel - Eisfeld, Losilla (Tasaka) - Cwielong, Terrazzino (Forssell) Gregoritsch – Terodde (Cacutalua) – Tec. G. Verbeek

Gols: St. Pauli - Thy (34), Halstenberg (45+1), Buchtmann (49), Thy (52) - VfL Bochum Gregoritsch (4),

Amarelo cartões : Gonther, Schachten / Eisfeld, Terrazzino, Cwielong

Árbitro: D. Aytekin
Assistentes: M. Achmüller e S. Treiber
Quarto árbitro: C. Bandurski

Espectadores: 23.584 (esgotado)



















Imagens: FC St. Pauli - Site Oficial

No comments:

Post a Comment