Monday, 17 February 2014

A despedida do capitão.

Domingo foi um dia marcado por altos e baixos para a torcida do St. Pauli.

Ainda estávamos nos recuperando da partida de sábado, quando fomos vencidos por 1:0 em casa, comemorávamos o aniversário de 3 anos da vitória no derby contra o HSV (uma data bastante festiva para a torcida), e eis que vem a bomba: Boll anuncia, em sua página pessoal, que deixará os gramados após o fim da temporada.

COMO ASSIM CAPITÃO?!

Boll escreveu uma longa carta, onde anuncia a sua decisão, agradece a torcida e ao clube os longos anos de amizade e cumplicidade, deixando a todos atônitos e com um nó na garganta. O que deveria ser um dia de celebração, acabou dividido entre a alegria do significado da data e a tristeza pelo anúncio da saída do nosso capitão.


Abaixo o trecho onde ele se despede. Difícil não se emocionar:

“Em resumo: No momento em que você ‘está no topo’- o que é muito bom – parar de jogar depois de quase 30 anos, parece irreal. Meu objetivo agora é jogar pelo menos uma única vez mais no ‘campo sagrado’, ou pelo menos (na pior das hipóteses) por apenas alguns minutos no último jogo.

Mesmo que ainda restem alguns meses, até que as cortinas se fechem pra mim, eu gostaria de dizer MUITO OBRIGADO!

OBRIGADO pelos inesquecíveis 12 anos e os 352 jogos onde tive a oportunidade de vestir a camisa do FC St. Pauli. Acreditem: todas as vezes que vesti a camisa e entrei em campo foram especiais.
OBRIGADO pelo apoio, pelo carinho e pela resistência também.

OBRIGADO a todos que sempre acreditaram em mim e passaram, junto comigo, pelos momentos ruins. Mas também agradeço aqueles que não esperavam nada de mim. Eles também tiveram a sua contribuição. OBRIGADO por permitirem fazer parte desse capítulo mágico da história do FC St. Pauli (sinceramente, eu não esperava por isso quando eu comecei como amador em 2002).

OBRIGADO a todos que nos apoiaram durante todos esses anos – das dificuldades da 3ª divisão a liga principal – que nos acompanharam sem se importar com os altos e baixos que surgiam pelo nosso caminho.

E finalmente, claro, OBRIGADO a todos os técnicos e especialmente a todos os ‘Boys in Brown’, que eu tive a honra de jogar durante todos esses anos. Verdadeiras amizades nasceram ao longo desses anos. Como falei algumas vezes: Fomos derrotados muitas vezes, levantamos e vencemos batalhas de forma gloriosa. Tenham certeza que vocês terão um lugar especial no meu coração até eu morrer.

E enquanto vou organizando as idéias aqui, tantas recordações me vieram a mente...altos e baixos, amargas derrotas e vitórias famosas, jogos que deram errado poucos minutos antes do fim, jogos que viraram pouco antes do final quando já restava pouca esperança, apenas com seu apoio no Millerntor – Rostock 2009, Pokaltriumphen (semifinais 2006), e vergonha, os 8.000 torcedores em Bremen durante a semana http://www.youtube.com/watch?v=zbuc_cMKbbw&feature=youtu.be, os 7.000 em Fürth, para celebração com 10.000 no bairro, memórias dos campeonatos na cidade, de desempenhos ruins e jogos perfeitos, os Derbys no Millerntor http://www.youtube.com/watch?v=PB4CjfPifHg&feature=youtu.be, as viagens divertidas e as reuniões de crise, e muitos outros momentos inesquecíveis e de tirar o fôlego...

Todos os méritos a vocês, porque não importa o quanto o clube tenha mudado nos últimos anos e mudará, certamente nos próximos anos, a única razão desse clube ter se tornado tão especial, foram e sempre serão vocês.

Todas as vezes que vocês trouxeram o Millerntor a beira de uma explosão, ou quando  o estádio, mesmo debaixo de chuva forte cantava ‘You’ll Never Walk Alone’, eu sabia porque esse era o meu time

Bem, essa é a minha história no FC St. Pauli, e que agora está quase no fim. Mas posso garantir a vocês: todas as dores, e não foram poucas, foram válidas.

Mas ainda temos alguns jogos e quem sabe alguns capítulos interessantes ainda serão escritos.

Mas não importa como termine: Eu garanto, mesmo que as coisas sejam rapidamente esquecidas, eu nunca esquecerei esses momentos com vocês.

Rock on! E nos vemos em breve de novo no Millerntor.”



Nós é que agradecemos a você por todos esses anos!!


Nota: Eu tentei ser o mais fiel ao texto original, mas devido a alguns termos e gírias particulares lá da Alemanha, tive que adaptar algumas coisas mas sem deixar que o sentido se perdesse. Pode ser que algumas coisas não tenham saído como no original, mas queria ter uma versão em português. O texto original está na página oficial do Fabian Boll, no Facebook.


No comments:

Post a Comment