Friday, 30 August 2013

Fábio, você já tem o diamante no seu coração? - Tradução da entrevista de Fabio Morena para o MOPO

Christian Rahn, jogou no St. Pauli. Depois jogou em dois times rivais do St. Pauli, o HSV e o Hansa Rostock. Agora joga pelo St. Pauli II. Fabio Morena jogou no St. Pauli e agora está no HSV II.
E os dois deram entrevista para o MOPO, que você pode ler na nossa versão em português. Imagino que muitos que acompanharam o Morena, devem ter ficado bem curiosos para saber algo sobre essa ida dele para o HSV II.
 
 

Christian Rahn (34), herói em ascensão no St. Pauli em 2001, se salvou do rebaixamento em 2002 indo para o HSV onde passou 2 anos e meio, retornou depois de uma longa jornada para o U23 do HSV. Fabio Morena (33) jogou de 2003 a 2012 no St. Pauli, foi para o Sandhousen e agora, surpreendentemente, no U23 do HSV. A entrevista com os dois capitães, foi antes do pequeno derby na quarta-feira.  
MOPO: Vocês dois estiveram nos grandes derbies. Como vocês enxergam essa pequena versão?
Rahn: 2001/02 Nós perdemos os jogos contra o Hamburgo. O entusiasmo em Hamburgo era enorme. Derbis sempre dão prestígio. Agora é diferente. No entanto, nos conhecemos melhor hoje. Muitos de nós já jogamos pelo HSV.
Morena: Para ambos os times existem reflexos da temporada. Ambos são ambiciosos e querem ganhar o duelo. A atmosfera não será comum para este campeonato, e o cenário será nível segunda divisão.
Você, Morena, deve sentir uma excitação especial. Vocês irão jogar na sua antiga sala de estar com o HSV – e como capitão dos Red Shorts.
Morena: Eu já senti isso com o Sandhousen, quando você tem que ir para o outro lado. Por causa da minha mudança para o HSV tem todo um processo novamente para ganhar certa experiência.


Você já foi atacado?
Morena: No, de jeito nenhum. Muito pelo contrário. As pessoas que me conhecem estão felizes por saberem que estou de volta com minha família em Hamburgo. Eu entendo os fãs que não entendem a minha mudança. Vou levar o derby comigo.

Rahn: Eu me perguntei: “Oh, encarar os fãs do St. Pauli?” Mesmo pra mim houve pessoas que não entenderam a minha mudança Eu queria crescer e se era capaz de fazer isso na minha cidade. O que mais eu queria? Não podemos agradar todo mundo.
Agora vocês são veteranos, tem algo a ver com a aparência mais jovem?
Rahn: Uma U23 precisa de um ou dois veteranos. Então isso não é novo pra mim. Mesmo que metade do time tenha 23 ou menos. A responsabilidade é automática... Eu me divirto!
Morena: Adorei o que vi por aqui. Os garotos tem o futebol no coração e querem crescer com isso. É um trabalho excitante onde eu posso crescer também. Especialmente quando se trata de lidar com a nova geração. Isso é útil também se você quiser se tornar um técnico.
Rahn: De alguma forma isso também te mantem jovem! Fabio, o que eu quero saber de você de novo (risos): Você já guarda o diamante no seu curacao?
Morena: Com certeza não é a hora de falar sobre isso. Eu só estou aqui há duas semanas e estou muito feliz de ter feito essa mudança. Mas você pode ter certeza que eu farei de tudo para que a gente vença o jogo e consiga os três pontos. Você pode perguntar novamente depois (risos).


Entrevista original (em alemão): MOPO

No comments:

Post a Comment