Tuesday, 22 May 2012

Uma breve análise sobre os últimos acontecimentos.


Já no final da temporada, as notícias não têm sido muito legais no clube. Jogadores saindo, Helmut Schulte (diretor de esportes) saindo. Algumas saídas não parecem tão claras, porquê você não lê pra onde estão indo.

Daí que nossos amigos do FCSP South and Scum, fizeram um texto bom sobre isso. Traduzi e estou colocando na íntegra.



Projeto: Demolição da equipe do FCSP.
Diretores do Projeto: Stefan Orth e André Schubert
Estatus do Projeto: Em andamento (Morena adicionado)

Fabio Morena, após 9 anos, 104 jogos na liga e incontáveis momentos memoráveis está deixando o Millerntor. Claro, deixar o time não foi uma escolha sua - simplesmente não há lugar pra ele no time, depois que André Schubert trouxe, durante o inverno, 2 novos jogadores para sua posição, vindos de seu antigo clube o SC Paderborn 07.

Ninguém aqui está discutindo o fato de um treinador trazer 1 ou 2 jogadores de seu antigo time, jogadores que ele conhece e confia. Mas olhe mais atentamente... Vejam que essas mudanças aconteceram durante a temporada, os problemas que eles resolveram e o mais importante de tudo, os jogadores que estão deixando o time.

Na minha visão, acho que a estória é um pouco diferente. Não é sobre futebol ou valor de mercado de jogadores - talvez a gente veja grandes nomes e excelentes jogadores indo para o Millerntor (eu espero!) na próxima temporada. Mas isso não tem muito a ver com futebol...

Isso não acontece apenas no futebol, mas em muitos ambientes de trabalho (quase todos)...quando o novo CEO tem como primeira atitude, mudar os subordinados antigos pelos seus de confiança.  Isso tem a ver com controle. A maioria dos jogadores que estão deixando o clube, tem uma coisa em comum. Estão nele a anos, muito conectados com os fãs e a maioria deles têm caráter. Parece o caso clássico do cara que reconstrói seu ambiente, de forma que ele atenda as suas necessidades.

André Schubert está realmente tentando tornar o time melhor. Mas:

a) Sempre existem limites éticos e nesse caso eles foram deixados de lado - não se esqueçam do Hennings;

b) Nós somos fãs do St. Pauli -  Nós não vamos ao Millerntor para ver jogadores muito bem pagos e os laços entre nós e os jogadores (pelo menos até agora) são muito, muito mais fortes do que a relação habitual entre jogadores e torcedores. Nós não queremos mercenários - Nós queremos um time que ame, viva e respire o St. Pauli. Como a maioria dos jogadores que deixaram o time nessa temporada;

c) Espero que Fabian Boll não seja a próxima vítima desse cavalheiro. Felizmente ele parece muito necessário à equipe, mas por outro lado é um perfeito candidato. Talvez seja o tempo de acordar, tomar um café e ir trabalhar, porquê eu acho que nós (fãs do St. Pauli) estamos sendo ferrados.



No comments:

Post a Comment