Thursday, 8 January 2009

O sistema das ligas no futebol alemão.

Atendendo a pedidos (da Rê), vou abrir um parênteses na história pra colocar sobre o sistema de ligas do futebol alemão.
Claro que o que achei me fariam ficar noites e noites lendo pra escrever, mas achei um resumo bem simples. Particularmente eu também não as conhecia. Somente até a 3ª liga. Mas existem muitas. Vamos a elas e o breve resumo de cada uma.


Nível I - 1.Bundesliga:

É a liga principal e está sob o controle da Deutsche Fußball Liga (DFL) . 18 times fazem parte da 1.Bundesliga e competem pelo título do campeonato alemão em aproximadamente 34 jogos por temporada, o 17° e 18° colocados são automaticamente rebaixados para a 2.Bundesliga e o16º faz 2 jogos (um em casa e outro fora) contra o 3° colocado da 2nd Bundesliga.

Nível II - 2.Bundesliga:

O mesmo sistema. 18 times disputando a temporada, o primeiro e o segundo colocado automaticamente sobem pra 1st Bundesliga e o 3° vai disputar se sobe ou fica com o 16° colocado da 1st Bundesliga. Também comandado pela Deutsche Fußball Liga (DFL).


Nivel III - 3.Liga:

Quase o mesmo sistema da 1st e 2nd liga. Porém, a 3rd é comandada pela Deutscher Fußball Bund (DFB), são 20 times semi-profissionais disputando 38 jogos. O vencedor e o vice, são automaticamente promovidos para a 2nd liga e também o 3° disputa com o 16° da 2nd liga pra ver se fica ou sobre. Esse é também o maior nível que o segundo time de um time profissional pode chegar. No caso do segundo time, de algum time profissional, terminar em primeiro, os 2 seguinte são os promovidos.
Muitos times que disputam a liga profissional, têm um 2° time.


Nivel IV - Regionaliga:

4ª divisão do futebol alemão, com 54 times divididos em 3 grupos regionais com 18 times cada (North, West, South). O campeão de cada grupo é promovido para a 3ª divisão. Do 15° ao 18 do grupo North e do 16° ao 18° no grupo South e West, são rebaixados para a Oberliga. Também comandado pela DFB.


Ainda tem a Oberliga e as outras ligas mais abaixo. Amanhã eu escrevo um pouco mais.

No comments:

Post a Comment